Melhore sua experiência

Lamentamos, mas este navegador não é mais capaz de fornecer uma experiência de usuário ideal no site. Recomendamos o uso das versões mais recentes do Chrome, Edge ou Firefox.

5 de abril de 2021

Publicado originalmente em Strategic CFO

Quais são as principais formas pelas quais Diretores Financeiros podem apoiar as aquisições de empresas?
Os Diretores Financeiros devem ser parceiros estratégicos do Diretor Executivo, quer seja na hora de determinar oportunidades e analisar eventuais riscos de uma possível aquisição, fazer uma análise financeira completa ou estruturar uma transação financeira e determinar o quão gradual ela seria — definindo de que forma certa aquisição funcionaria para a empresa. Os Diretores Financeiros também desempenham um papel importante na obtenção de financiamento para determinada aquisição.

Mas o papel mais importante que os Diretores Financeiros podem desempenhar em uma aquisição está na integração, que é imperativa para o êxito da criação de valor. Você precisa capturar as sinergias de uma transação, o que envolve identificar as áreas em que isso pode acontecer, formar uma equipe multifuncional cujos integrantes tenham as habilidades certas e criar um plano de ação em torno deles.

É possível gerar sinergias eliminando a duplicação do efetivo e outras redundâncias, bem como obtendo eficiências a partir da escala. Dessa forma, também será possível à empresa gerar economias nas compras de TI. O Diretor Financeiro também desempenha um papel na supervisão das práticas recomendadas nas operações durante a integração, o que ajuda a gerar eficiências nessa área. Tudo isso impulsiona a criação de valor a partir de uma aquisição.

Por estar à frente da Diretoria Financeira, você se envolverá nos programas de mentoria e treinamento da empresa — por que os Diretores Financeiros devem participar?
É imperativo oferecer as oportunidades vocacionais certas a talentos importantes, como parte de um sólido plano de sucessão. Os Diretores Financeiros, como outros líderes da empresa, precisam assegurar a formação de indivíduos com habilidades profissionais e pessoais que sejam capazes de preparar a empresa para o futuro.

Você se entusiasma em vincular sustentabilidade e propósito ao resultado — como os Diretores Financeiros podem fazer isso nos diversos setores?
Para nós, a sustentabilidade não é uma opção — é uma obrigação. É o nosso ganha-pão, pois somos a maior recicladora de alumínio do mundo. À medida que vemos cada vez mais setores focando-se na sustentabilidade ao longo da cadeia de abastecimento, o alumínio infinitamente reciclável é visto como uma opção viável para aumentar a reciclagem e reduzir as emissões de carbono.

Meu papel em vincular isso ao resultado é determinar o caso financeiro para fazer investimentos em reciclagem. Investimos cerca de $ 700 milhões em reciclagem e, ao fazê-lo, é importante considerar a construção de toda a infraestrutura, como no caso da reciclagem em circuito fechado com montadoras, para garantir que os materiais reciclados permaneçam na cadeia de abastecimento, bem como estabelecer uma rede de fornecedores e relacionamentos, além da logística, para coletar materiais reciclados e contratar pessoas que entendam o negócio de reciclagem.

Os Diretores Financeiros dos diversos setores devem encontrar maneiras de vincular sustentabilidade e propósito ao resultado. Já não basta que as empresas apresentem um balanço favorável. Devemos também mostrar um compromisso com a sustentabilidade e o propósito, pois muitos funcionários em potencial querem trabalhar em uma empresa socialmente responsável. Mas devemos fazer isso de uma forma que convença os investidores da existência de um elemento estratégico na sustentabilidade que, quando desenvolvido corretamente, não se revelará uma fonte de prejuízos, mas um possível novo fluxo de receita. Gerenciar uma empresa de forma mais sustentável não é bom só para o meio ambiente — é bom também para os negócios.

Você faz parte do conselho da National Association of Manufacturers — como profissionais de finanças podem influenciar organizações como essa?
Acho que quando você está numa posição como a de Diretor Financeiro, você tem um ponto de vista privilegiado em relação à empresa. Supervisionamos cada parte do negócio, entendemos quais políticas precisam ser criadas, tais como políticas relacionadas aos salários, aos impostos e aos incentivos. Também temos uma boa visão de eventuais impeditivos e do que poderia melhorar as coisas.

Esse tipo de visão privilegiada dá aos profissionais das finanças participantes de conselhos de associações do setor a capacidade de instruir e aconselhar as empresas filiadas sobre o que poderia ajudá-las a criar mais oportunidades de emprego e a gerar maior produtividade dentro de sua área. Isso, por sua vez, poderia aumentar a competitividade do setor.

Clique aqui para ler o artigo completo no Strategic CFO. ​

Este site utiliza cookies para armazenar informações em seu computador. Alguns são essenciais para fazer nosso site funcionar; outros nos ajudam a melhorar a experiência do usuário.
Ao utilizar este site, você concorda com a utilização destes cookies. Leia nossa Política de privacidade para saber mais.